Patrono

“Professor Orestes” nasceu na Freguesia do Espírito Santo da Boa Vista, atual Angatuba, em 25 de Janeiro de 1877 e faleceu em Campinas, no Hospital Santo Antônio, a 23 de maio de 1959.

Filho de um dos fundadores de Angatuba, o Tenente Coronel Salvador Ferreira de Albuquerque e de Dona Bernardina Carolina de Oliveira, casou-se em Itapetininga com a Professora Maria José de Oliveira (D. Maricota), em 28 de junho de 1902, tiveram uma única filha, a senhorita Marieta de Albuquerque.

O Professor Orestes Óris de Albuquerque, dotado de muita inteligência e sabedoria, formou-se professor pela escola complementar “Peixoto Gomide” de Itapetininga. Exerceu o magistério primário em diversas cidades do interior.

Da cidade de Piraju, volta à sua terra natal, Angatuba, em 1911, para fazer parte do corpo docente das “Escolas Reunidas”, então criada pelo decreto de 17 de agosto de 1911. Exerceu ao mesmo tempo as funções de Diretor e Professor.

Grande batalhador pelo ensino em Angatuba, lutando intensamente pela instalação do grupo escolar, o que conseguiu em 9 de abril de 1912, sendo nomeado o então 1º Diretor.

“Professor Orestes” mantinha contatos com a imprensa local da qual foi grande incentivador. Foi político, comerciante, agricultor e industrial.

A Educação e a população Angatubenses, orgulhosos e reconhecidos, rendem, em memória do Professor Orestes, a mais sincera homenagem, como tributo de trabalho, justiça, exemplo e dedicação, tornando-o Patrono desta UE.

Portanto, o “Dia do Patrono” será comemorado todo dia 23 de maio de cada ano, dia do falecimento do Professor Orestes Óris de Albuquerque.